COMÉRCIO E SEU MAIS LONGO PERÍODO DE QUEDA NAS VENDAS.


Quando falamos em crise, imediatamente lembramos da situação econômica em nosso país e arrumamos desculpas para justificar esse, que podemos dizer com ampla certeza, é o mais longo período de crise registrado no comércio de Buri.

Sim, temos um cenário econômico devastador já montado em milhares de cidades espalhadas pelo Brasil, inclusive aqui. Mas antes disso, temos alguns problemas de origem própria, que encontraram nesse ambiente de incertezas, um lugar propício para prejudicar ainda mais nossa economia.

Esse elenco, bastante conhecido pelos burienses, atrapalha nosso desenvolvimento. Os serviços bancários limitados por falta de agência (após ataques de criminosos), associado ao atendimento ao público, formaram a dupla perfeita e está no ranking, entre os motivos que estimulam consumidores  burienses a receber e logo investir em outros centros.

Mas a trama se desenrola e afeta também o consumidor que compreende sobre a importância de se investir na própria cidade. Este, enfrenta diversos empecilhos, entre os quais,  não encontram em todos os estabelecimentos comerciais a opção de poder pagar pela compra/ consumo, através de seu cartão de crédito/ débito, já que nem todos desfrutam dessa tecnologia. Quando isso ocorre, geralmente o consumidor tende a pagar um pouco mais, apenas pelo fato de utilizar-se do cartão.

Poucos estabelecimentos ofertam seus produtos. É menor ainda, o número de estabelecimentos que estimulam seus clientes, oferecendo-lhes um bom desconto, quando o pagamento é a vista/ débito. Trocar um cheque na cidade é quase uma penitencia.

Funcionários com salários fixados, sem estímulos (porcentagem de acordo com as vendas) não fazem tanta questão sobre oque entrou no caixa no final do mês, já que vendendo ou não, receberão suas quantias estipuladas. Esses são alguns dos transtornos de origem local, especificado no início dessa matéria.

Entretanto, o comerciante enfrenta diversas barreiras para concluir suas vendas. A alta inadimplência é um dos principais fatores que comprime o desenrolar dos negócios.

Na tentativa de melhorar o cenário local, Associação Comercial junto a Prefeitura Municipal, pretendem reunir comerciantes, empresários e prestadores de serviços na próxima semana (data ainda não foi divulgada).

O teor sobre o conteúdo a ser discutido ainda não foi revelado. Estima-se que, melhorem as expectativas tanto para o comércio, quanto para o consumidor buriense, após a reunião.

Precisa-se ajustar os ponteiros de ambos os lados (comércio e consumidor) para que então, nossa economia possa ter uma retomada incrível.

Por Buri Conectado
COMÉRCIO E SEU MAIS LONGO PERÍODO DE QUEDA NAS VENDAS. COMÉRCIO E SEU MAIS LONGO PERÍODO DE QUEDA NAS VENDAS. Reviewed by Buri Conectado on 20:57:00 Rating: 5
Comentários
0 Comentários

Featured Video