COTAS PARA EXAMES LABORATORIAIS GERAM DUVIDAS À PACIENTES. ENTENDA O QUE MUDOU.


Em contato com o Buri Conectado a internauta Andrea Oliveira enviou nessa segunda feira (22) uma pergunta, referente às cotas para exames laboratoriais em Buri. No relato ela se mostrou surpresa com o procedimento e disse que durante os 06 anos que vive na cidade, nunca havia visto nada parecido.

Recentemente ela esteve na Secretaria de Saúde, onde estão sendo liberados os exames atualmente e lá teria sido informada de que as cotas haviam acabado e portanto foi orientada a retornar posteriormente. 

"Se os exames não fossem importantes não seriam pedidos . E se nós pudéssemos pagar por eles não teríamos procurados os P.S.F. da cidade. A administração devia pensar um pouco em seus eleitores, pacientes. Eu e todos nós que estamos atrás de nossos exames gostaríamos de entender" Disse

Nós fomos até a secretaria de saúde pra sanar a dúvida da Andrea e de muitos outros pacientes sobre o que teria ocorrido. Até dezembro de 2018 a liberação para realização desses exames laboratoriais deverá seguir alguns critérios de prioridade ou seja, gestantes, auto custo, pacientes em tratamento em Jaú e beneficiários do bolsa família terão preferência. 

Isso porque segundo a Secretaria de Saúde o "teto limite" do valor da licitação, que é realizada todo ano, foi atingido em seis meses. Para que o serviço não fosse interrompido de vez até o final do ano, foi preciso aditar 25% do valor do contrato, o que é previsto em lei. 

Exemplo; digamos que o valor da licitação fosse de 300 mil (ano), então por mês a saúde poderia gastar R$ 25 mil com os exames. Com o descontrole, seis meses ficaram descobertos e portanto seguindo essa ilustração, o aditamento de 25% representaria R$ 75 mil, que distribuídos em 06 meses dariam R$ 12.500 (mês). 

O fato é que independente do valor real do contrato o aditamento representa nesse caso "metade da metade e explica as cotas.

Um dos motivos que teriam contribuído com o transtorno segundo a Secretaria, seria o aumento de médicos nos PSF's e horas trabalhadas, consequentemente a demanda junto aos pedidos de exames, além da falta de "controle" nos agendamentos que não eram feitos na Secretaria. 

A Secretaria de Saúde implantou um sistema informatizado para exatamente banir quaisquer transtornos futuros e informou que a partir de janeiro, os pacientes já poderão realizar agendamentos nas próprias unidades de saúde. 

Os pacientes que não atendem aos critérios de prioridade poderão solicitar os exames junto a Secretaria para coleta que se dá no PSF Vila Rosa, duas vezes na semana - quarta e sexta feira. São vinte atendimentos a cada dia que respeitam a disponibilidade de vagas oferecidas por um outro laboratório conveniado ao SUS.

Imagem Ilustrativa
Por Buri Conectado

COTAS PARA EXAMES LABORATORIAIS GERAM DUVIDAS À PACIENTES. ENTENDA O QUE MUDOU. COTAS PARA EXAMES LABORATORIAIS GERAM DUVIDAS À PACIENTES. ENTENDA O QUE MUDOU. Reviewed by Buri Conectado on 21:49:00 Rating: 5
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário

Featured Video