FALTA DE CONSCIENTIZAÇÃO E FISCALIZAÇÃO EMPORCALHAM AS RUAS DA CIDADE.


Lixeiras não faltam, existem dezenas ou até centenas delas espalhadas por diversos pontos da cidade, especialmente na área central. Mas basta um rápido passeio pelas ruas, preferencialmente em bairros mais afastados do Centro, para ver a sujeira espalhada. Se o passeio for a pé, é possível você trombar com lixo muitas vezes arrastado pelo vento.

Além do lixo cotidiano, (embalagens e garrafas plásticas, latas, móveis, etc) é comum observar resíduos de construção e podas de árvores descartados de forma irregular nas calçadas e em terrenos baldios. Entulhos que geralmente permanecem empilhados por cerca de três ou mais dias até que uma equipe o recolha.

As caçambas que manteriam o ambiente limpo, desobstruiriam as calçadas para o livre acesso de pedestres e que geralmente são recolhidas dentro de um período de até 24 horas, estão sendo descartadas.


Parece que o bom senso por parte do cidadão, conforme sugerido pelo prefeito Omar Chain numa entrevista recente ao Buri Conectado, não está sendo devidamente utilizado.

"É lamentável. Eu quando chego numa cidade fora daqui, a primeira coisa que eu vejo é o lixo, as vezes a gente vê que não é culpa só da administração. Nós fazemos campanhas com carros de som recolhendo entulhos e é incrível que no dia seguinte que o caminhão passou, você encontra estofados e outros lixos jogados na calçada. Realmente falta conscientização". Disse Omar

Na entrevista o prefeito informou ainda que como órgão gestor é de sua competência a manutenção da limpeza e enfatizou que não gostaria de chegar ao ponto de impor multa ao cidadão descuidado, conforme já acontece em várias cidades do Brasil.

"Ainda acredito no bom senso. Em lugares com reincidência de descartes incorretos de lixo vamos colocar caçambas com uma placa indicativa, para que as pessoas depositem seus lixos adequadamente". Finalizou

O OUTRO LADO DA MOEDA.

Aliado a escassez do bom senso de alguns cidadãos está a aparente falta de fiscalização do setor responsável, junto as equipes que cuidam da limpeza das vias públicas, que parecem optar por  determinados trechos, especialmente os de maior fluxo, esquecendo-se das demais.

Fiscalização essa que se realizada devidamente, observaria que o trabalho não está sendo desenvolvido de forma correta e evitaria que alguns funcionários, especialmente os que registramos no Além Linha e Centro, matassem o tempo batendo papo com transeuntes ou através do aparelho celular.

Quanto aos registros (vídeos) citados acima, eles foram enviados ao prefeito Omar Chain que nos informou que tomaria providências junto ao setor responsável pela fiscalização.




Por Buri Conectado
FALTA DE CONSCIENTIZAÇÃO E FISCALIZAÇÃO EMPORCALHAM AS RUAS DA CIDADE. FALTA DE CONSCIENTIZAÇÃO E FISCALIZAÇÃO EMPORCALHAM AS RUAS DA CIDADE. Reviewed by Buri Conectado on 00:05:00 Rating: 5
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário

Featured Video