Suspeito de estupro responderá inquérito policial em liberdade por falta de laudo médico.


Equipes do Pronto Atendimento Municipal acionaram a Policia Militar de Buri na noite dessa segunda feira (21) após uma mulher de 33 anos buscar atendimento médico sob alegação de que havia sido estuprada.

Segundo a PM, assim que chegaram no PA a vítima já havia sido atendida e liberada, porém permaneceu a espera da guarnição.

Conversando com a mãe da vítima os policiais tomaram conhecimento de que tratava-se de uma 'pessoa especial' e que antes de buscar atendimento médico, ela havia chego em casa muito assustada sangrando e pedindo socorro.

Ainda segundo a Polícia a vítima informou que estava passando em frente a um ponto de ônibus - capela de São José - quando teria sido surpreendida pelo suspeito de 27 anos que teria pego-a pelo braço e arrastado-a até a região da estação ferroviária. Lá ele teria aproveitado-se da falta de iluminação e obrigado a mulher a ter relações sexuais.

Aparentemente machucada ela informou aos policiais quem havia feito aquilo. Os PM's foram até o endereço do suspeito, bastante conhecido inclusive no meio policial. O homem foi encontrado e conduzido até a unidade de saúde para reconhecimento. Ao chegar com o suspeito, a vítima agarrou - trêmula e muito nervosa - os policiais e disse ter reconhecido o homem.

O suspeito recebeu voz de prisão e com apoio da Guarda Civil Municipal foram todos conduzidos até a Central de Flagrantes de Itapeva. Porém segundo informações o delegado plantonista não ratificou a voz de prisão em flagrante sob a seguinte alegação:

"... que diante das alegações coligidas, trata-se de provável crime de estupro, cuja vitima aparentemente é alienada mental, entretanto não existe indícios suficientes da materialidade do crime e as versões apresentadas pelas vitimas e indiciado são controvérsias, logo nesta fase sumária de convicção não é possível a autuação em flagrante do suposto autor. Determinando a expedição de requisição de exame de corpo de delito da vítima para eventual comprovação material do delito, bem como a suposta alienação mental da vítima, para que os fatos sejam melhor apurados posteriormente em sede inquérito policial".

Por Buri Conectado 
Suspeito de estupro responderá inquérito policial em liberdade por falta de laudo médico. Suspeito de estupro responderá inquérito policial em liberdade por falta de laudo médico. Reviewed by Buri Conectado on 13:24:00 Rating: 5
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário

Featured Video