"Por favor vem alguém pra cá [praça do Cristo] pelo amor de Deus nos ajudar" implora moradora às Forças de Segurança de Buri.



De acordo com os moradores próximos, a praça do Cristo Redentor transformou-se num ambiente de desordens e balbúrdias, especialmente aos finais de semana.
 
Além de desrespeitarem as regras sanitárias por conta da pandemia do coronavírus, que ainda não acabou, um grupo de pessoas tem incomodado de várias formas; com som alto e gritaria, aceleração brusca de motos e explosões de escapamentos, entre outras.

"Estou  desesperada, não estou  aguentando  tanto  sofrimento,  recém  nascida  em casa,  na mesma  rua  pessoa  acamada, essa moto estourando duas noites. Estão  passando  dos limites, por favor  vem alguém pra cá  pelo  amor  de Deus  nos  ajudar" disse uma moradora.

Um outro morador lamentou em sua rede social.

"Lamentável que a praça do Cristo virou uma cracolândia. Lamento pelos meus pais e vizinhos, antes aqui era gostoso de se viver, Antes né. E a polícia e guarda civil? Nem o telefone fazem questão de atender... Saudades mesmo de quando existia um sujeito em Buri chamado João bala" publicou. 

O barulho provocado pelas motos deixaram os moradores estarrecidos. De acordo com os depoimentos enviados ao Buri Conectado, não houve fiscalização no trecho. 

"Tem como fazer uma reportagem sobre o porque os policiais não fazem nada pra acabar com moto escape barulhento . É entregador, pessoas a passeio aqui na rua de casa, não aguento mais. Tem como me ajudar?" escreveu outro morador.

Diante do pandemônio que se transformou a praça do Cristo não faltaram reclamações. O Buri Conectado recebeu várias mensagens pelo whatsapp e messenger do canal questionando a falta de fiscalização.  

"viu, tem como pedir para os policias pegar no pé de motoqueiros com escape barulhento? Não aguento mais aqui na rua de casa toda hora passa" solicitou um morador.

A sujeira e o descarte incorreto de vasilhame após consumo de bebidas alcoólicas também foi apontado.

 "(...) a noite  não  conseguimos dormir,  o pior,  é todo final  de semana. Aqui  tem recém  nascido, pessoa  idosa,  crianças de 4 anos  tampando os ouvidos,  meia noite chorando. De sábado  para  domingo  jogavam  litro de vinho vazio, lata de cerveja  no meu quintal. Pelo amor de Deus nos ajude" implorou a moradora.

Encaminhamos o drama às Forças de Segurança do município e aguardamos um posicionamento sobre as ações de combate a perturbação do sossego público e outros.

Imagem acervo do prefeito 
Por Buri Conectado

"Por favor vem alguém pra cá [praça do Cristo] pelo amor de Deus nos ajudar" implora moradora às Forças de Segurança de Buri. "Por favor  vem alguém pra cá [praça do Cristo] pelo  amor  de Deus  nos ajudar" implora moradora às Forças de Segurança de Buri. Reviewed by Buri Conectado on 13:44:00 Rating: 5
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário

Featured Video