SESSÃO NA CÂMARA: CAPITÃO MACIEL DEFENDE A POLICIA MILITAR E SOLUCIONA MAL ENTENDIDO ENTRE AS INSTITUIÇÕES.


O Capitão Maciel participou da sessão ordinária na Câmara Municipal de Buri nessa segunda feira (28). Na ocasião além de relembrar a participação histórica da cidade na Revolução Constitucionalista de 1932, celebrar a garra e a vontade do povo buriense em  defender seus ideais (com menção ao período eleitoral) e citar um trecho do Hino de Buri, o Capitão saiu em defesa da Instituição Policia Militar.

Aparentemente ciente do possível "mal estar" entre as Instituições (Polícia Militar e Legislativo) provocado por recente troca de farpas entre o presidente da Câmara e alguns policiais em sessão no Plenário, Capitão Maciel disse que o trabalho da Polícia Militar do Estado de São Paulo é defender o cidadão em qualquer situação, enfatizando o respeito internacional ( França e Japão) pela Instituição Paulista. O Capitão engrossou o tom e disse ainda, que ninguém (população e vereadores) está autorizado a falar da PM exceto ele, quando necessário, deve ser procurado quanto a possíveis reclamações. Ele relatou que as fardas da Policia, foram conquistadas por heróis (mencionando a revolução de 32)

... - Temos que ter respeito às Instituições. Hoje em nosso País está faltando respeito às Instituições e por isso essa bagunça. Homens morreram nessa cidade, derramaram seu sangue por aquilo que acreditavam. Tem sangue derramado em Buri, de heróis do Estado. Verdadeiros homens e mulheres que foram voluntários, usaram a farda de uma Instituição que existe a 185 anos. Por isso quando se fala da Policia Militar ou de qualquer Instituição desse País, tem que estudar a história. Não se pode apenas pegar um microfone e falar contra uma Instituição que representa famílias, representa a historia desse Estado, esse País. Foram dois dias de combates, onde mulheres ficaram viúvas, mães ficaram sem seus filhos, porque morreram, manchando o solo dessa cidade. Então quando se fala de uma Instituição como a Policia Militar senhores, nós temos que olhar pra história de Buri, que tem tudo a ver com minha Instituição. Somos a segunda maior Instituição do Brasil, perdemos apenas para o Exército brasileiro, a Policia Militar é maior que o Exército argentino. Por isso peço a população e aos vereadores, quando forem falar de um Policial Militar me procurem. Porque quando nós estamos na escola, tanto Soldados, Sargentos, etc.. juramos o sacrifício da própria vida. Nós vamos honrar o compromisso.... Disse Capitão Maciel

Entre outros temas o Capitão Maciel abordou sobre a nova estratégia, que segundo ele, além de auxiliar a população buriense contra o crime e agilizar o trabalho da Policia Militar de Buri, vem tendo grande aceitação por parte dos burienses. Trata-se do "Vizinhança Solidária" grupos criados no whatsapp, com a única finalidade, relatar e ou denunciar coisas, pessoas ou situações suspeitas.

Assim que o Capitão Maciel encerrou, o presidente da Câmara Gilmar Rosa elogiou sua fala, mostrou-se favorável ao que disse o Capitão referente a "Atividade Delegada PM", explicou-se sobre o possível "mal entendido" e pediu perdão, pelo que chamou de excesso, quando se referiu aos policiais. Gilmar disse ainda que gostaria de colocar "uma pedra" nessa questão.

Na ocasião, Gilmar Rosa sugeriu um Título de Cidadão Buriense ao Capitão Maciel, assinado por todos os demais vereadores. Antes de prosseguir com a sessão ordinária, o presidente do Legislativo fez uma pausa, já que o Capitão Maciel teria que deixar a cidade; e só depois os trabalhos/ projetos voltaram a ser discutidos.

O Buri Conectado conversou com Capitão Maciel para saber o que ele havia achado de ser contemplado com um Titulo de Cidadão Buriense:

- "Pra mim é uma honra, como eu falei, estudei a história da cidade de Buri a muitos anos na minha infância e a gente pega um carinho pela cidade. Buri e a Polícia Militar estão ligados, o desfecho da Revolução de 32 foi aqui, muitos policiais na época tombaram aqui nessa cidade, fizeram história e carreira na Policia aqui nessa cidade e quando eu vim aqui defender a Instituição, não vim defender apenas a Policia Militar, vim defender as famílias. A Polícia Militar tem uma história dentro de Buri e no Estado de São Paulo muito importante e não podemos ignorar isso. Receber esse Título pra mim  é uma enorme satisfação, posso dizer onde for que tenho o coração em Buri, ligado a vocês. Disse o Capitão.

Referente ao "mal entendido" Capitão Maciel disse que, assim como Gilmar Rosa e os demais vereadores, colocou "uma pedra" nessa questão e que pra ele não existe mais problemas entre as Instituições.

- O que houve, é que vocês de Buri são exemplos para muitos lugares do País. Vocês tem uma paixão pela política, tanto é que no período eleitoral há uma briga ferrenha na cidade, as pessoas tomam partido de forma que chegam a se agredir em praça pública para defender suas ideias. Não poderia ser diferente, tanto os policiais quanto os vereadores, também defendem suas opiniões. Cabe a nós aprendermos a conviver com as diferenças. Então, colocamos uma pedra, não existem problemas entre a Polícia e o legislativo local, ao contrário, somos parceiros e vamos continuar parceiros. Finalizou o Capitão

Por Buri Conectado

SESSÃO NA CÂMARA: CAPITÃO MACIEL DEFENDE A POLICIA MILITAR E SOLUCIONA MAL ENTENDIDO ENTRE AS INSTITUIÇÕES. SESSÃO NA CÂMARA: CAPITÃO MACIEL DEFENDE A POLICIA MILITAR E SOLUCIONA MAL ENTENDIDO ENTRE AS INSTITUIÇÕES. Reviewed by Buri Conectado on 23:35:00 Rating: 5
Comentários
0 Comentários

Featured Video