HÁ 14 DIAS COM DIARREIA: PACIENTE ATRIBUI PROBLEMA A ERRO NO MEDICAMENTO E DIZ TER SOFRIDO "DISCRIMINAÇÃO".


O paciente é Elias Albuquerque Melo de 34 anos e segundo seu relato vem sofrendo com diarreia a pelo menos 14 dias, desde que ingeriu segundo ele, medicação errada.

O caso

Caminha para o sexto mês o período em que o paciente trata-se contra a tuberculose, inclusive está próximo de concluir o tratamento, já que iniciou em abril. Porém recentemente ao passar no médico no Pronto Atendimento Municipal por conta de dores no peito e tosse, teria sido orientado a fazer um raio-x e posteriormente sido diagnosticado com pneumonia. A partir daí teria iniciado com os antibióticos.

" Ele me passou o remédio e disse que começou aparecer  uma mancha branca no raio X do pulmão" Disse o paciente.

Foi a partir daí que segundo ele, inciou a desconforto intestinal. Logo ele procurou um segundo médico, que baseado em seu relato, atende funcionários da empresa onde trabalha e que através daquele profissional descobriu que o medicamento estava errado.

"Ele olhou e disse gato que tem dois dono morre de sede esperando agua" [SIC]

Ainda segundo o paciente, o médico teria enviado uma carta a um terceiro profissional, que atende no PSF São João onde o paciente costuma se tratar, informando que devido ao tratamento, ele não poderia tomar de forma alguma remédios para pneumonia, pois eram fortes.

Além disso o paciente informou que "sentiu-se discriminado" devido a doença, por alguns funcionários do posto de saúde.

"... por várias vezes sofri preconceito, uma enfermeira não quis me prestar socorro. Médico virava a cadeira de lado, ventilador ligado no meu rosto mesmo em dia de frio. Muito preconceito. Minha esposa é testemunha. Brigou por várias vezes lá" Afirmou.

Ele disse ainda que quando precisou de um veículo para poder ir até a perícia médica, teria sido informado de que haviam carros, mas não motoristas disponíveis.

"Minha esposa foi conversar com o responsável disse na cara dela carro tem mais os motoristas não quer levar ele". [SIC]

Elias não perdeu a perícia médica e disse que conseguiu ir posteriormente de ambulância. "...graças a ex secretária de saúde". Finalizou

O outro lado

Nós fomos até a Secretaria de Saúde e levamos a reclamação do paciente. A nova secretária Iveline Cariati nos recebeu e falou sobre o caso dele.

A secretária confirmou que o tratamento vem sendo realizado desde abril e já está em fase de conclusão. Quanto a enfermeira "negar o atendimento" ela informou que, assim que souberam do ocorrido, uma equipe de saúde foi até o local e orientou a profissional sobre os procedimentos corretos e atribuiu o "deslize" ao fato dela, que ficou bastante emocionada durante a orientação, estar iniciando carreira e / ou primeiro emprego.

Desde então não houveram mais transtornos no atendimento segundo Iveline e que inclusive os demais profissionais passaram a dar "mais atenção" ao tratamento do paciente. A secretária informou também que nenhuma carta foi enviada ao médico em questão, conforme informado no relato do paciente e que ele teria passado recentemente no médico (mostrou o prontuário) dias após apontar o início da diarreia, mas que não reclamou sobre esse problema especificamente.

Numa feira livre ele teria encontrado com uma enfermeira e reclamado do desconforto intestinal. A profissional o orientou a procurar o quanto antes o PSF São João, mas segundo Iveline, não foi o que ocorreu. Ela sugeriu que o paciente procure uma unidade de saúde do município para além de concluir o tratamento, apresentar detalhadamente as informações que lhes foram passadas, para que toda e qualquer dúvida seja sanada e ele não tenha o tratamento prejudicado.

Iveline Cariati informou que está a pouco tempo a frente da Secretaria e reconheceu que existem alguns problemas que precisam ser corrigidos e sugeriu que pacientes que enfrentarem transtornos futuros, procurem a secretaria e registrem a reclamação.

" A pessoa pode vir aqui registrar a reclamação. Vamos ouvir todas as partes e se preciso, tomaremos as providências cabíveis. É questão de três dias, a pessoa vem e registra o que aconteceu, inclusive damos uma cópia a ela, dias após já temos uma posição". Finalizou

Autorizada a veiculação da imagem pelo próprio paciente
Por Buri Conectado

HÁ 14 DIAS COM DIARREIA: PACIENTE ATRIBUI PROBLEMA A ERRO NO MEDICAMENTO E DIZ TER SOFRIDO "DISCRIMINAÇÃO". HÁ 14 DIAS COM DIARREIA: PACIENTE ATRIBUI PROBLEMA A ERRO NO MEDICAMENTO E DIZ TER SOFRIDO "DISCRIMINAÇÃO". Reviewed by Buri Conectado on 15:56:00 Rating: 5
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário

Featured Video