Mãe desiste de enviar filho à escola após ter visto motorista de transporte escolar sem máscara.


 

Os protocolos seguidos nas escolas da rede municipal de ensino e por profissionais da educação, por conta da pandemia do coronavírus, tranquilizaram a mãe Alessandra Pereira. Ao Buri Conectado ela informou que se sentia segura em enviar o filho para participar das aulas presenciais. Mas, não se sente mais.

Alessandra mora no Distrito do Matão e disse que para ir até a unidade escolar seu filho depende de transporte. Segundo ela, o motorista que conduzia o veículo escolar não estava usando máscara nem ontem dia do primeiro contato, nem nessa quinta feira (28). Ainda segundo a mãe, havia uma criança também sem máscara na van.

"Eu até ia manda meu filho porque na terça feira eu vi que é tudo bem organizado, professora excelente, mas depois que eu vi o motorista sem máscara fiquei com medo de manda" disse.

Para ela é importante que a Secretaria de Educação de Buri fiscalize se todos envolvidos na educação do município estão realmente cumprindo os protocolos de segurança contra a Covid-19.

"(...) não adianta nada os professores se protegerem né. Ainda mais que vão crianças que pegam as coisas e leva a boca. Eu tenho um filho eu ia mandar ele mas, desse jeito não dá" disse Alessandra.

Nós encaminhamos na quarta feira (27) o conteúdo referente ao receio da mãe à secretária de educação Barbara Patriarca, mas, até o momento não recebemos resposta.

Imagem ilustrativa
Por Buri Conectado
Mãe desiste de enviar filho à escola após ter visto motorista de transporte escolar sem máscara. Mãe desiste de enviar filho à escola após ter visto motorista de transporte escolar sem máscara. Reviewed by Buri Conectado on 23:05:00 Rating: 5
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário

Featured Video