Denúncia contra vereador Renato por falta de decoro vai pra análise do jurídico da Câmara.


Os vereadores se reuniram nessa segunda feira (09) para mais uma Sessão Ordinária. Um dos assuntos que ganhou destaque no Plenário foi a denúncia contra o vereador Renato Vieira Cassu Demétrio, protocolada na semana passada por Gilmar Rosa,  sobre possível falta de decoro. Gilmar inspirou-se numa matéria publicada pelo Buri Conectado no final do ano passado e disse que a denúncia é passível de cassação do mandato do vereador.

Na matéria vinculada pelo BC, dois servidores (um deles exonerado) apontaram tanto o vereador Renato como o secretário de obras Claudio de Oliveira, por suspeita de peculato apropriado, relacionado a um possível desvio de gramas. Reveja.

O vereador Rafael Comeron leu a denúncia a pedido do presidente da Câmara Celso Caiubi e sugeriu parecer jurídico, antes da possível votação pela abertura de uma (CEI) Comissão Especial de Inquérito, que deverá analisar se o vereador Renato realmente faltou ou não com o decoro.

Todos os vereadores, exceto Reginaldo Correa 'Naldo' e Joaquim Delfino Ú Fonseca 'Pipo' que não compareceram, votaram sim pelo parecer jurídico.

No final da sessão o vereador Renato se manifestou. Aos seus apoiadores que compunham o Plenário ele disse que nunca mexeu em nada que não fosse dele e que 'estão' tentando criar provas contra ele.

Renato criticou rapidamente o autor da denúncia Gilmar Rosa e usou seus quase quatro minutos de fala para atacar o Buri Conectado na pessoa de seu administrador Michel Lopes, por ter trazido ao conhecimento da população, a denúncia dos servidores anteriormente ouvidos num inquérito policial na Delegacia de Buri.

O vereador Renato se esqueceu de citar o operador da Bobcat que informou ao Buri Conectado ter levado várias viagens de grama até sua propriedade e que segundo denúncia protocolada por Gilmar Rosa, teria uma gravação onde o vereador aparece o 'coagindo', solicitando que não revelasse a verdade à Policia. Também não foi mencionado por Renato o ex servidor Silas Albuquerque que disse ter visto (em 2017) o vereador pedir ao então secretário de obras, que levasse parte da grama que estava sendo plantada na extensão da ciclovia - bairro da Capelinha - até sua propriedade no mesmo bairro.

Veja o que disse o vereador Renato Vieira Cassu durante a Sessão.

"(...) Não poderia deixar de cumprimentar a cada um de vocês e parabenizar por terem vindo aqui hoje, nos apoiar. É isso dai Michel, mostra ai oh, o povo está comigo. Você só fala asneiras lá rapaz. Fale das 26 cadeiras de rodas que eu levei para as pessoas que precisam, fale das 11 próteses, das camas hospitalares que conseguimos e medicamentos, isso você não fala. Você é tendencioso, você é maldoso, certo. Não vou nem muito Além com você, enfim. O Gilmar, quem é Gilmar? Gilmar ex vereador. Se formou advogado, muito mal advogado por sinal. Fez uma denúncia que não procede, criaram provas, cadê os torcedores aqui do Gilmar? Já foram embora, duas pessoas, é essa a votação que ele vai ter, essas pessoas que apoiam ele. Vejam de quem tá acompanhado de quem partiu isso dai. Eu estou sendo alvo, tendeu, já há tempo porque eu tenho trabalho. Tão com medo de me enfrentar na urna, vamos pra luta, é la que nós vamos decidir se o povo quer ou não quer Michel, é lá, não fazendo essas picaretagens que vocês fazem, entendeu? é lá, é lá que nós vamos decidir. Tenho certeza que numa vitória muito expressiva. Trabalhando 4 anos para o povo. Hora nenhuma, quem ligar pra mim número desconhecido, conhecido, atendi a todos. Todos eque estão aqui sabem disso, inclusive 90% que estão aqui são meus eleitores. Mostra eles ai Michel, mostra que a Câmara ta cheia, cheia de gente a favor do Renato, cheia de gente pra defender. Renato não é essa pessoas que estão falando não, eu não preciso disso, de porcaria. Cem reais, isso dai eu ajudo o povo todo dia ai na rua, entendeu. Eu não preciso disso nunca mexi em nada que não fosse meu. Tão com ciúmes, vão oh! vamos aguardar ai, a pancada vai ser forte, é só o começo, é uma grande vitória. Eu ganhei a eleição com R$ 100 no bolso, eu não tinha a força que eu tenho hoje, hoje tenho oito empresas fechadas comigo, empresas privadas, empresas que me ajudam, empresas que veem um trabalho sério em mim, eu tenho crédito hoje, vocês não estão falando com qualquer pessoa não, preste bem atenção pra falar de mim. Criem prova primeiro, tão tentando criar prova, não tem prova! Não tem nada que me condene, nada que desabone minha integridade, nada, nada, pode procurar na Justiça meu nome é limpo não devo nada. Tenho que prestar esclarecimentos a vocês, meus eleitores. Tão com medo de disputar comigo, venho pra ser o vereador mais votado em Buri, pode marcar o que estou falando. Sou candidato e não tem nada que me impeça, ta dado o recado Michel, fica dada a letra pra você ai oh! Larga mão de ser tendencioso, faz um jornalismo transparente e limpo, entendeu? Larga mão de jogar meia dúzia de gente contra uma população inteira. Eu acordo seis horas da manhã, tem dias que sete horas to lá em Sorocaba ajudando pessoas. Você sabe quanto custa uma prótese? você sabe? garanto que você não sabe você não se formou. Tem prótese de R$ 20 mil, R$ 30 mil, R$ 40 mil reais. Eu consegui mais de R$ 200 mil em prótese pra população, entendeu? Agora o que você fez como pessoa? só criticando as pessoas, covarde, fica de atrás do computador metendo o pau rapaz, seja homem, covarde! Deus abençoe a todos tamo junto ai!" finalizou o vereador.

Por Buri Conectado










Denúncia contra vereador Renato por falta de decoro vai pra análise do jurídico da Câmara. Denúncia contra vereador Renato por falta de decoro vai pra análise do jurídico da Câmara. Reviewed by Buri Conectado on 23:16:00 Rating: 5
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário

Featured Video